Rua Dr. Alfredo Ellis, 68b. Bela Vista,

São Paulo – SP. CEP: 01322-050

Telefone: (11) 4171-5368

(11) 95327-8158 (whatsapp)

E-mail: contato@cdhic.org

Inscreva-se para receber nossos conteúdos

© ekloos 2017    |    CDHIC  |    Todos os direitos reservados 

A troca de histórias e emoções entre as crianças foi o foco da dinâmica de dezembro nas Tendas da Cidadania

December 21, 2017

 

 

Nesse ano o Projeto Tendas trouxe uma nova dimensão da temática migratória para o CDHIC. A questão dos direitos das crianças e dos adolescentes se mostrou cada vez mais importante, uma vez que é clara a função da educação na inserção das crianças migrantes na sociedade brasileira. E sendo, portanto, um direito garantido por lei, a educação se torna porta voz da necessidade em se olhar para essas crianças e adolescentes. Dessa forma, garantir que através de políticas públicas migratórias, o público infanto-juvenil tenha acesso a cultura, saúde e educação, contribuindo para o combate à exploração da mão de obra infantil, e assim garantindo o direito de ser criança.

 

Nesse sentido, a última atividade do ano foi elaborada pensando na convivência entre as crianças que frequentam as tendas e as suas experiências no cotidiano escolar e familiar. Por isso, com o intuito de aflorar a empatia que existe em todos nós e sensibilizar para questões sobre as manifestações de preconceito sofridas e praticadas por todos nós, que a dinâmica em grupo teve como principal objetivo instigar as crianças a perceber seus próprios sentimentos.

 

“Emoções através dos dados”, teve como objetivo que as crianças identificassem as próprias emoções que são provocadas a partir de uma demonstração de ódio e/ou de carinho. A dinâmica foi realizada em círculos para falar sobre os sentimentos. Com a mediação da educadora, cada um jogou o dado dos sentimentos, cujas partes representavam uma expressão (triste, zangado, contente e envergonhado). Cada criança, falou sobre uma situação em que esteve com aquele determinado estado de espírito. Por meio das respectivas histórias, elas vão adquirindo consciência sobre atitudes que podem gerar aquelas reações, da mesma forma que falaram sobre aquilo que as faziam se sentir de determinada forma.

 

Foi um exercício extremamente importante para autorreflexão sobre como devemos e queremos ser tratados, e como devemos agir com respeito. Para finalizar a atividade foi realizada uma oficina de confecção de origamis, na qual foi confeccionado um coração. Em cada uma das duas Tendas realizadas no mês, a atividade teve um final diferente. Na Escola Estadual Domingos Faustino Sarmiento, que foi realizada no dia 9 com a presença de 13 crianças, o coração confeccionado foi destinado à alguém especial para cada criança, acompanhado de um desejo sincero. Já na praça Kantuta, no dia 17 com a presença de 12 crianças, a troca de corações aconteceu na própria Tenda, através de um amigo secreto sorteado no momento.

 

No final das duas atividades, ficou claro para a equipe do Tendas o quanto essas atividades puderam fortalecer a luta pelos direitos das crianças e dos adolescentes migrantes nesse ano, e o quanto é importante que essas crianças sintam-se a vontade no espaço que elas ocupam, e façam dele a principal ferramenta de luta pelos seus direitos.

 

Em 2018 estaremos de volta! Boas Festas!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

ACOMPANHE 

AS NOTÍCIAS